leitura

título

30 dezembro 2015

Retrospectiva 2015

Estava pensando no que publicar de fim de ano aqui no blog, quando me surgiu a ideia de fazer uma retrospectiva, e também que nunca fiz aqui no blog isso. Vou reunir alguns dados que colocarei a seguir, sobre esse ano de 2015.

Ano de mudanças

Realização de sonhos, mudanças; muitas coisas aconteceram em um só ano, neste ano. Não me arrependo das coisas que fiz, apenas das coisas que não fiz ou que deixei de dizer.
Logo na virada, toda de amarelo clamando por dinheiro, e ele veio, através do suor e trabalho, mas veio. Foi um ano produtivo.
Quebrei tabus, algumas regras pessoais, conheci pessoas; fiz, aprendi e ensinei coisas qua não sabia que era capaz. Sinto orgulho de mim. Não para aumentar meu ego, mas do tipo que uma irmã mais nova (a "eu" de antes ) sente da irmã mais velha (a "eu" de agora). Joguei muitas coisas antigas fora, físicos e sentimentais, eu precisava dessa faxina para poder passar por essas mudanças no meu destino, é como uma passagem (segundo horóscopo do meu signo) sentimentos, roupas, pensamentos, crenças, artes, ... E outras infinitas coisas. Este é um ano de passagem, eu estou mudando, e tudo ao meu redor mudará também, assim como o sol rege uma força gravitacional em seus planetas.

Apenas me sinto triste por não ter feito tudo o que queria ter feito, como fazer faculdade na qual me inscrevi e tive que cancelar (por ter voltado para SC).
Do tempo que tive livre e não escrevi (das vezes que me veio inspiração d madrugada, mas não levantei para escrever também). Minha dica: não faça planos que sabe que não podes cumprir; apenas faça o que vier em seu coração, e verás o resultado do teu esforço no final.
E jamais deixe as coisas incompletas ou por fazer; se começares, termines. Não pare até ter terminado tudo.

Aline C. Duarte
20/12/2015

Via Instagram [@alinecarpesduarte]

Top 5


As 5 postagens mais visualizadas, publicadas neste ano:

2.165 views [Dicas de Bodas] Bodas de namoro- 2 anos DIY


749 views [Dicas de bodas] Bodas de namoro 3 anos



213 views [Saúde] Magnetoterapia



Não conseguiria tantos acessos sem a ajuda do Visitas grátis


Visitas Grátis
É o que tenho para hoje, mais atualizações virão...
E que venha:

21 dezembro 2015

Ano de mudanças

Realização de sonhos, mudanças; muitas coisas aconteceram em um só ano, neste ano. Não me arrependo das coisas que fiz, apenas das coisas que não fiz ou que deixei de dizer.

Logo na virada, toda de amarelo clamando por dinheiro, e ele veio, através do suor e trabalho, mas veio. Foi um ano produtivo.

Quebrei tabus, algumas regras pessoais, conheci pessoas; fiz, aprendi e ensinei coisas qua não sabia que era capaz. Sinto orgulho de mim. Não para aumentar meu ego, mas do tipo que uma irmã mais nova (a "eu" de antes ) sente da irmã mais velha (a "eu" de agora).

Joguei muitas coisas antigas fora, físicos e sentimentais, eu precisava dessa faxina para poder passar por essas mudanças no meu destino, é como uma passagem (segundo horóscopo do meu signo) sentimentos, roupas, pensamentos, crenças, artes, ... E outras infinitas coisas. Este é um ano de passagem, eu estou mudando, e tudo ao meu redor mudará também, assim como o sol rege uma força gravitacional  em seus planetas.

Apenas me sinto triste por não ter feito tudo o que queria ter feito, como fazer faculdade na qual me inscrevi e tive que cancelar (por ter voltado para SC).
Do tempo que tive livre e não escrevi (das vezes que me veio inspiração d madrugada, mas não levantei para escrever também).

Minha dica: não faça planos que sabe que não podes cumprir; apenas faça o que vier em seu coração, e verás o resultado do teu esforço no final.
E jamais deixe as coisas incompletas ou por fazer; se começares, termines. Não pare até ter terminado tudo.

Aline C. Duarte
20/12/2015

04 novembro 2015

[Dicas de bodas] Bodas de namoro 4 anos


Vou começar um novo cantinho aqui no blog, chamado de Dicas de Bodas!
Está fazendo aniversário de namoro ou casamento e não tem nem ideia do que fazer? 
Aqui reúno dicas para te salvar nessa data tão especial para você e o amor da sua vida!


(Algumas fotos retirei da internet, se for sua, entre em contato e resolveremos)

4 anos- bodas de quartzo azul





4 anos e 1 mes- bodas de morango

Receitas com morango
Tudo Gostoso

4 anos e 2 meses- bodas de abraço

4 anos e 3 meses- bodas de caramelo

Receitas com caramelo
Tudo Gostoso

4 anos e 4 meses- bodas de erva doce


Toka da Bruxa
Produtos artesanais

Receitas com erva doce
Tudo Gostoso

4 anos e 5 meses- bodas de amendoim

Receitas com amendoim
Tudo Gostoso

4 anos e 6 meses- bodas de jujubas




4 anos e 7 meses- bodas de lasanha


Receitas de lasanha
Tudo Gostoso

4 anos e 8 meses- bodas de coração



4 anos e 9 meses- bodas de surpresa





 Como fazer:


4 anos e 10 meses- bodas de futebol

4 anos e 11 meses- bodas de MCDonalds



Atualizações em breve... Tem alguma ideia? Me envie  pensexdrepense@gmail.com

Outras leituras...
→ Até um ano, → um ano, → dois anos, → três anos → quatro anos (esta postagem)

[Texto] Eu vi minha família morrer

Era uma estrada de pista dupla, subindo a serra, um caminhão na pista da esquerda e o carro alugado pelo meu pai no acostamento, a mais de 60 km por hora, tentando frenar e escapar do caminhão. O acostamento beirava um precipício, e eu vi minha família ser arrastada até ele, como se fosse um carrinho de brinquedo. Vi o carro se estraçalhar, rolando precipício abaixo. Eu podia ver cada detalhe como se eu fosse uma câmera aérea de filmes. Eu acordei por volta das seis da manhã, com o coração batendo forte, meio atordoada sem saber direito o que tinha acontecido, nem o que era real, se era aquela visão ou meu quarto, mas resolvi rezar uma oração à Nossa Senhora a qual sou devota, e meio tonta voltei a dormir.

Passou-se o dia, a noite chegou e fui dormir, minha família chegou de madrugada e de manha os vi no café. Meu pai levantou e fez café, e eu fui comprar o pão. Foi quando eu vi o carro alugado atrás do nosso carro na garagem, sem o espelho retrovisor direito e com a lataria toda rasgada, de fora a fora, entrei em pânico, o que sera que tinha acontecido? Fiquei imaginando o que poderia ter acontecido, enquanto ia na padaria. Quando voltei, minha mãe já tinha se levantado, mas meu irmão não, então perguntei o que tinha acontecido.

Meus pais e meu irmão saíram cedo de casa numa terça feira destino a São Paulo, a trabalho do meu pai. A viajem estava tranquila até chegar nessa subida de serra perigosa, beirando o precipício. Eles estavam na pista  ao lado do precipício e um caminhão na outra, o caminhoneiro cochilou e foi invadindo a pista do lado, fazendo meu pai ir para o lado, para o acostamento, por sorte o dispositivo do pneu do caminhão estourou ao roçar com violência na lateral do carro e o barulho fez o caminhoneiro despertar, levando seu gigante para a outra pista para então parar e prestar socorro.

Apenas sonho? Premonição?


02/11/2015

21 outubro 2015

[Dicas] Um novo passo


Querendo ajudar nessa fase da vida, o casamento, resolvi publicar aqui algumas coisas que encontrei pela internet e que achei legal.


Listas de tudo que é necessario: casamento, músicas para casamento, chá de beleza, entre outros. Você pode ainda procurar os CANAIS, onde tem todas as fases e festas desse momento, como os chás, o noivado, trajes, ... MATÉRIAS, onde mostra os tipos de temas para casamento, brincadeiras, ... entre outros.



Tudo para casamentos, desde vestidos, até fornecedores.



Papelaria e micros vestidos personalizados para a festa de noivado, casamento, chas, entre outros.



Presentes, decoraçao, capa personalizada para celular e muito mais



Mais atualizações em breve...

Outras Leituras
Namoro → Até um ano, → um ano, → dois anos, → três anos → quatro anos
Noivado → Pedido → Preparativos
Casamento → breve

Magazine Luiza e Pense Repense

Venho nesta postagem mostrar a vocês minha loja virtual da Magazine Luiza!!

Venha conhecer!! Muitos produtos e promoções ao seu alcance, em um clique!


Visite e confira!

MagazinePenseRepense

09 setembro 2015

O cara


A mulher foi feita da costela, do lado, para ser companheira e ser tratada como igual, não dos pés para ser mandada e pisada, nem da cabeça para mandar e ser melhor.

O cara precisa ser na medida certa, nada de exageros. Ser "mal" e "bom" na hora certa. Ser companheiro e deixar livre na hora e medida certa, ninguém gosta de cara que junto não da a minima e separado ta ligando direto para saber onde, com quem e o que está fazendo.
Humildade é bom, mas correr atrás dos objetivos e alcançá-los faz parte da vida. Melhor ainda é ter alguém que esteja sempre do lado acompanhando cada passo e auxiliando no que for preciso e que tenha objetivos para que possamos ajudar também.

Aline C. Duarte
20/08/2015

18 agosto 2015

Quando a vida muda

E quando tudo acaba? Assim, num estalar de dedos? Todo aquele sofrimento, aquele peso, aquela carga simplesmente some? Recomeçar novamente, não do zero, mas a partir de hoje.

A partir de hoje ser uma pessoa diferente, renovada e melhor. Mais experiente, mais forte e menos intimidada pela vida. Até ontem estava a deriva, sem rumo e sem saber o que fazer, mas hoje, agora, tenha metas, rumo e um caminho a seguir, para frente sempre. Mas se cair, se levantará mais rápido e mais forte que ontem.

Aline C. Duarte
18/08/2015

08 agosto 2015

[Texto] Em minha pele

E quanto ao seu toque macio em minha pele com suas mãos como plumas que faz até minha alma se arrepiar, se transformando em uma leve pressão de seus dentes que me fazem enlouquecer. Tudo em mim se aquece tao rápido que parece que vou explodir. Então sinto sua respiração quente em meu pescoço, suas mãos firmes em mim, movimentos que me levam ao céu. 

Toda mulher quer carinho, mas não dispensa um puxãozinho de cabelo. Queremos ser pegada, mas também queremos ser amada e protegida.

Coisas simples nos fascinam, surpresas nos encantam.

08/08/2015



02 agosto 2015

[Diversão] 100 Happy Day 1/10

Vi em um grupo fechado a ideia de fazer 100 dias felizes, ou 100 momentos registrados em fotos que nos deixaram felizes. Vou tentar reunir aqui os meus 100 momentos felizes! Posto quando puder ;)

Atualizado: 19/03/2016

Família, "só damos valor quando perdemos", eu não cheguei a perde-los, mas me afastei muito tanto fisicamente quanto emocionalmente, e isso foi bom, pois percebi o quanto eles significam para mim e na minha vida, e eu para eles, na vida deles.

Veja as fotos



Praia, nasci na praia e mesmo morando na cidade grande, nunca me afastei. Ir a praia acalma, relaxa e diverte! Atualmente moro na praia, espero nunca sair daqui.

Praia de São Miguel- SC
Itapoá- SC
Itapema norte-SC
Ervino-SC
Guaratuba- PR
Coroados-PR
Piçarras-SC
Interpraias, Balneario Camboriu- SC
Meia Praia, Itapema-SC
Barra Velhha- SC
Jaguaruna- SC
Praia Presidente Imbé-RS
Laguna- SC
Piçarras-SC, agora morando aqui

Veja as fotos



Minha paixão por carros iniciou por volta dos meus 7 e 8 anos quando ganhei minha primeira revista de carros. Passei os anos seguintes lendo cada detalhe daquela revista e o primeiro carro que me apaixonei foi um Peugeot 206, que posteriormente foi meu primeiro carro no jogo Need For Speed Underground 2.

Veja as fotos



Certo dia minha mãe me apelidou de "devoradora de livros", não que eu tenha lido grandes quantidades, mas pela minha velocidade ao ler um livro de mais de 400 paginas, em menos de 2 semanas (a biografia do Kurt Cobain).

Meu gosto por leitura iniciou em 2002 ou 2003, quando eu tinha nove ou dez anos de idade mais ou menos. Eu odiava ler, era péssima em português e os livros que eu tinha em casa eu não tinha o menor interesse. Foi quando minha mãe ganhou de uma amiga uns gibis da Turma da Monica, do Penadinho, da Tina, do Rolo, entre outros do Mauricio de Souza, que eu descobri um tipo de leitura que me prendia realmente a atenção, e eu "devorei" um por um, eram mais de vinte gibis, cada um com no minimo cinco historias e um especial de natal com mais de cinquenta historias. Vendo meu interesse pelo gibi, ganhei meu Almanacão (um almanaque grande) da Turma da Monica, com historias e passatempos (o que pra mim era uma distração e tanto). 
E assim foi indo, passei para livros pequenos, fui aumentando o numero de paginas até chegar em um livro muito disputado na biblioteca da escola, eu não lembro o titulo, mas baseava-se em investigação. Foi quando descobri o meu gosto pela leitura, eu gostava de ler, só precisava encontrar meu gênero, e desde então se tornou meu hobby.


Veja as fotos



Na mesma época em que eu descobri os gibis, "descobri" mais um hobby. Minha mãe tinha alguns CDs de rock do tempo dela, mas eu não ouvi antes porque estava na fase da "Eliana e os dedinhos" e a "Xuxa rainha dos baixinhos".
Nessa fase fiquei muito tempo sozinha e comecei a ouvir musica para ajudar a passar o tempo e descobri outra coisa que me definiria no futuro: a musica, o Rock'N Roll!


Veja as fotos



No começo foi para desabafar, li em um artigo escrito por um terapeuta que escrever seus sentimentos era uma forma de terapia para quem não conseguia desabafar, falar dos sentimentos. Mas foi vindo ideias, pensamentos e comecei a escrever pequenos e bobos poemas, textos e versos, de sentimentos, musicas e situações que passei. Até as historias começarem a crescer e criar vida, depois que criei o blog, para contos e até um livro que publiquei na livraria da Saraiva.


Leia os Contos Veja as fotos


Need For Speed [breve]
LOU
Depois de perder um emprego muito importante na minha vida, meio que perdi o chao, o rumo da vida; fui atras de meios que me ajudassem, assim como a escrita, a me desligar disso, eu precisava mesmo de "ferias". 
Joguei vários jogos do Facebook (meu need estava indisponível depois de uma formatação), até encontrar um jogo que era desconhecido para mim em todos os quesitos: Lord Of Ultima, um jogo online que usa de estrategia em tempo real, trabalho em equipe e muita dedicação.
Fiz muitas amizades neste jogo que converso até hoje, apesar dos anos e da distancia, arranjei até pretendentes (risos).
Veja as Fotos



Desde que descobri minha paixão por carros, virou um sonho poder dirigir, mas depois de um acidente grave quando eu tinha doze anos me vi em panico só de entrar em um carro e não podia deixar esse sonho morrer, minha força de vontade tinha que ser maior que o medo. Foi quando tive a oportunidade ($) de fazer a auto escola em 2013. As aulas teóricas e os professores eram incríveis e motivacionais para ninguém desistir. Me dediquei ao máximo nas provas e consegui tirar notas boas (menos na matéria de primeiro socorros, que até hoje é minha dificuldade). Chegou a hora de fazer o "provão" no DETRAN, e eu e minha auto confiança consegui me sair bem e tirar nota máxima, ou seja, aulas praticas ai vou eu! Mas esse era o grande problema: eu nunca tinha dirigido antes, e umas semanas antes eu tinha empinado e quase caído da moto do meu namorado na época, ou seja, sem noção alguma do que fazer. Mas os instrutores era bem treinados e com bastante experiencia no ramo, e me auxiliaram o máximo. No terceiro dia de aula de carro a instrutora me deixou subir um morrinho perto da pista de treino de moto, e passar para a terceira marcha. E depois minhas balizas foram perfeitas para quem nunca tinha nem dirigido na vida muito menos sem noção alguma de espaço (risos). Já na aula de moto eu não lembro ao certo quanto tempo demorei para tirar a trava do acelerador, mas fui muito bem nas aulas porque andava de bicicleta desde os cinco anos ( meus avós diziam "Levanta para cair de novo, Aline", lembra vó Ana? Risos). Meu segredo para vencer esse medo foi suco de maracujá no almoço, ja que as aulas eram no primeiro horário depois do almoço (mas só isso Aline?) e claro, as orações dos meus avós também. Eu passava o caminho todo, que eu fazia de bicicleta, rezando para as aulas serem boas e para eu ser uma boa motorista, e foram melhores do que eu esperava! E chegou os testes finais. Um percurso sem falhas, um erro minimo e eu teria de refazer outro dia. Isso me deixava em panico, ainda mais que era de manhã cedo, todo mundo sabe a minha inimizade com acordar cedo (risos) O nervosismo da prova em si não me abalou, foi a espera que me nocauteou! Eu fui uma das ultimas, e duas pessoas na minha frente, a menina foi fazer baliza para sair da vaga e foi direto para a calçada do outro lado da rua! Eu fiquei boquiaberta, ela fazia aula de moto antes do meu horário e parecia sempre tao confiante. Depois dela já estava esperando o pior, nessa altura eu ja estava tremendo toda por dentro e por fora. O percurso da pista de carro até a pista de moto eu fiz de bicicleta, e ia repassando o teste que eu tinha feito, tentando encontrar algum erro que me reprovasse. Eu fui perfeita e tirei nota máxima, fiquei muito orgulhosa de mim, e isso melhorou meus ânimos e auto estima para o teste seguinte. Da "sala de espera" improvisada pude ver os outros alunos, um até tinha colocado o capacete (aquele aberto na frente) ao contrario, sorte ser um treino antes do teste e ter um amigo dele por perto. Fiz o caminho da moto super confiante, como se tivesse em aula, mas que não poderia errar. Nota máxima também. Alguns meses depois recebi uma ligação da secretaria da auto escola, que minha carteira provisoria tinha chegado. Não pensei duas vezes, troquei de roupa, avisei meus avós e corri literalmente de bicicleta até a auto escola, nunca corri tao rápido quanto naquele dia. Era um percurso de quinze a vinte minutos de bicicleta em passeio, que eu fiz em dez minutos. A secretaria até se espantou com a minha velocidade/ ansiedade. Eu tinha minha Carteira Nacional de Habilitação em mãos. Um obstaculo vencido, um medo superado, um sonho realizado.


Veja as Fotos



A historia da Flor de Lotus se resume em purificação da alma, pelo caso de a planta imergir em meio ao lodo, passando pela água, até chegar à superfície para desabrochar sua flor. E foi assim que aconteceu com a nossa amizade, nos conhecemos quando eu morei no RS, em uma fase da nossa vida que não tínhamos à vista de um futuro feliz, atoladas de dividas e sem esperança de um futuro melhor. Mas uma ajudou a outra a ver o que precisávamos melhorar em nossa vida, e assim uma ajudou a outra a superar os dias ruins. Isso levou na nossa "separação", quando a chave para eu me reerguer era voltar para o SC, para junto da minha família. O que não nos separou de verdade pois continuamos nos falando até hoje.

Veja as Fotos

Meu interesse em tatuagem começou em 2013, com vinte anos. Um amigo do meu namorado na época, começou a tatuar e precisava de cobaias, e ia fazer mais barato para mim. Sabia que era permanente, e se eu não gostasse não teria choro, ela não sairia tao fácil e rápido. Mas era o famoso triangulo amoroso entre dinheiro, coragem e arte.
Quando eu escolhi a arte, faltava dinheiro, quando eu tinha dinheiro faltava coragem. Deixei de lado e esquecer isso, e depois de uns anos, falando com uns amigos me disseram que não ficaria legal a arte que eu escolhi para eu fazer, e repensando e pesquisando, realmente não era.
No final do ano passado (2015) conheci umas meninas no meu trabalho que conhecia um tatuador na cidade e que elas estavam com hora marcada, depois de me juntar a elas fui atras de umas artes e falando com o tatuador escolhi o que queria fazer. Tinha três desenhos em mente e o orçamento que ele me passou eu podia pagar, e a coragem que tanto me faltou, me veio como um tiro de canhão (risos).
Então no dia marcado, 9 de dezembro, uma semana antes do meu aniversario, na folga da maioria das meninas, que éramos quatro, nós nos encontramos e fizemos as tattoos no Mura Tattoo Mazaya. Eu fiz uma flor de lótus na costela esquerda, do lado do coração, e uma flecha no pulso direito.
E no dia 9 de março, exatamente três meses depois, e sem planejamento algum eu fui la com uma das meninas que foram em dezembro antes. Eu retoquei a flecha e fiz o arco que faltava. Minha intenção era fazer o arco no pulso esquerdo (porque eu seguraria o arco com a mão esquerda e a flecha com a mão direita), mas resolvi fazer os dois juntos prontos para atacar (risos), estava vendo a flecha muito sozinha e solitária.
Veja as Fotos

24 julho 2015

[Texto] #PenseRepense e siga em frente

Querida bocó

E quando você perceber vai ser tarde demais, o que foi feito, não tem volta, não tem concerto. Vai doer e muito, talvez como doeu para mim, ou mais, ou menos, no dia e nas semanas seguintes em que você me deixou, mas eu consegui seguir em frente e recomeçar sem voce sei que conseguirá também. Dê o seu jeito, a escolha foi sua quando me deixou chorando, friamente, adormecendo sem você.Terá que conviver com suas escolhas.

Com carinho.

23/07/2015


06 julho 2015

[Texto] Então as lembranças me invadem...

O toque, o calor, o sabor, me trazem memorias incríveis, como meus cabelos balançando ao vento, cortando o ar em uma velocidade avermelhada, o cheiro da praia sob o luar prateado, o arrepio da insegurança, então finalmente o frio vai se esvaindo junto com a insegurança, dando lugar ao calor macio se aproximando com tamanha agressividade.

Deixo de lado alguns sentimentos comuns por outros pouco ou nunca sentidos. Paixão, êxtase estavam fluindo de cada poro, o tempo parou ao meu redor e aquele momento único é o que me importava apenas.

Se o mundo acabasse naquela hora, eu estaria feliz e realizada, não me importava mais nada. No inicio pensei que seria só mais um, e eu estaria olhando as estrelas implorando para ir logo, mas eu acabei contemplando as estrelas, a lua cheia que brilhava no alto de nossas cabeças, as constelações como se eu estivesse lá, bem pertinho. Eu realmente fui até as estrelas, e no final eu adormeci com um beijo quente.

Uma coisa eu digo: quem vai com muita sede ao pote, nada encontra, mas quem não dá importância a ele, consegue o ver e ainda as maravilhas dentro dele.

02/07/2015

29 junho 2015

[Texto] Vida e Morte

Você vai dormir, acorda, o dia passa e você se vê indo dormir novamente. O dia passa muito rápido, logo o ano também, já passou o seu aniversario, chegou o natal e ano novo e mais um ano se passou. 

Te pergunto, você viveu verdadeiramente ou só existiu?

Então você dorme, mas não acorda.
Seu guarda roupa esta cheio de roupas novas, algumas ate com a etiqueta ainda, esperando uma ocasião especial. Sua penteadeira repleta de cremes e perfumes aguardando serem usados. Pratos, talheres, taças nunca usados, pois nunca estava em casa.


E por fim, sua casa estava impecavelmente limpa, pela empregada, já que você trabalha tanto que nem tempo de passar algumas horas em casa, que não seja o tempo que dorme. Ela sofreu um infarto enquanto dormia. As pesadas cargas horarias de trabalho, estresse e má alimentação foram os responsáveis por sua morte.
Se não fosse a empregada, demoraria um certo tempo ate acharem seu corpo. Ela não tinha amigos, os familiares moram longe e sem contato, sem irmãos e os pais já morreram. 

Vida solitária não?

Saia do seu casulo, da sua zona de conforto. Faça amigos, saia para dançar e se divertir. Não trabalhe mais horas do que o necessário por muitos dias seguidos. Viaje, conheça lugares, encontre um amor. Use suas roupas e sapatos, passe seu perfume favorito, use suas louças, quando quiser e não espere por uma ocasião especial, pois ela pode não chegar!


Use essa lista como guia, bom aproveito!

 
fonte:

Galeria de fotos do que eu já fiz:

72.



79.





97.




106. Ruiva:



Loira:


Loira desbotado:



 Castanho escuro (em cima do desbotado):


 107. Segredos: postagem, Saraiva,


114.


118.


E vocês?